segunda-feira, 25 de abril de 2011

do outro lado

 o espelho reflete quem eu queria ser, 
mesmo sendo, queria ter
mesmo tendo,queria olhar
mesmo olhando, queria estar
mesmo estando queria sentir
mesmo sentindo queria tocar
mesmo tocando! é frio, ríspido,
escorrem dele o suor da respiração!
boa noite espelho espelho meu existe alguem mais eu do que eu? 
de mil rosas fostes a ultima, se ainda sobreviveres até lá!
teu tudo ainda é nada
não é que não tenhas valor meu bem, é que teu valor não serve para este mundo,
de cores mórbidas,e sorrisos pérfidos
de desalmados malamados!
ego que sucede o erro!
quem poderás dizer que não avisei? 
dorme,e finje que amanhã será diferente, 
finje...
  dormes! 

quarta-feira, 6 de abril de 2011

movie Maker ...

[b] a noite cai serena e silenciosa,sobre as palpebras cansadas da menina moça,
pálpebras endurecidas,pelo sono da lembrança
acorda menina, precisa crescer
sela a tua infância na melhor parte de voce,
e faz dela aviso que gente grande vem por ai...
a rosa dá adeus a mais uma pétala,
e de gole em gole, leva-se assim
como precioso marfim, de beleza querubim
os anos que ficaram,e a memória deu fim...


 a saudade de ser criança!