quarta-feira, 6 de abril de 2011

movie Maker ...

[b] a noite cai serena e silenciosa,sobre as palpebras cansadas da menina moça,
pálpebras endurecidas,pelo sono da lembrança
acorda menina, precisa crescer
sela a tua infância na melhor parte de voce,
e faz dela aviso que gente grande vem por ai...
a rosa dá adeus a mais uma pétala,
e de gole em gole, leva-se assim
como precioso marfim, de beleza querubim
os anos que ficaram,e a memória deu fim...


 a saudade de ser criança!


2 comentários:

  1. os três ultimos versos são de dar inveja em Mario QUintana ou em Goethe! caraka!

    quem diria, que um cara k nao curtia filosofia agora ia se deliciar com estse versos?

    ResponderExcluir
  2. hahaha!! obrigada pelo elogio, mas M Q ainda é o cara!! rsrsrs
    ;) tempinho que passa rápido!

    ResponderExcluir