sábado, 28 de maio de 2011

tanto vazio na saudade
há saudade na saudade  , nem posso descrever
só há S A U D A D E
tanto, e sempre..
  


segunda-feira, 25 de abril de 2011

do outro lado

 o espelho reflete quem eu queria ser, 
mesmo sendo, queria ter
mesmo tendo,queria olhar
mesmo olhando, queria estar
mesmo estando queria sentir
mesmo sentindo queria tocar
mesmo tocando! é frio, ríspido,
escorrem dele o suor da respiração!
boa noite espelho espelho meu existe alguem mais eu do que eu? 
de mil rosas fostes a ultima, se ainda sobreviveres até lá!
teu tudo ainda é nada
não é que não tenhas valor meu bem, é que teu valor não serve para este mundo,
de cores mórbidas,e sorrisos pérfidos
de desalmados malamados!
ego que sucede o erro!
quem poderás dizer que não avisei? 
dorme,e finje que amanhã será diferente, 
finje...
  dormes! 

quarta-feira, 6 de abril de 2011

movie Maker ...

[b] a noite cai serena e silenciosa,sobre as palpebras cansadas da menina moça,
pálpebras endurecidas,pelo sono da lembrança
acorda menina, precisa crescer
sela a tua infância na melhor parte de voce,
e faz dela aviso que gente grande vem por ai...
a rosa dá adeus a mais uma pétala,
e de gole em gole, leva-se assim
como precioso marfim, de beleza querubim
os anos que ficaram,e a memória deu fim...


 a saudade de ser criança!


domingo, 20 de março de 2011

onde começo me acabo, ainda assim sou ninguem !

 Vai menina, abre a janela dentro de voce!
solta o cabelo, pega teus sonhos e vai buscar,
a porta esta aberta e o caminho é longo
se te demoras, te atrasas!


a Vida não espera,
a vidraça está embaçada!
pode ir mais além?
o teu tudo ainda é nada!


se com tuas pernas não podes caminhar
caminha com pensamento
no vento, vai voar,
a a vida não espera
se te demoras te atrasas!


A vidraça está embaçada,
abre a janela dentro de você ,
solta o cabelo, e com o vento vai voar


O caminho é longo
se com tuas pernas não pode caminhar
vai voar
o teu tudo ainda é nada!
pode ir mais além?



sábado, 19 de março de 2011

coragem é a presença do medo com o desejo de seguir em frente!

   

olho para  um lado, depois para outro,
posso sair do armário que o monstro já foi.
Onde mesmo que eu coloquei minha liberdade?
deve estar aqui em algum lugar, 
o medo se faz neblina para que eu veja a coragem....
ficarei aqui por mais 5 minutos...
5 dias,
       5 anos...






JaDe






 

domingo, 27 de fevereiro de 2011











são vermelhas, e por vezes rosas!

roubam sorriso, riso torto,tortura é ficar sem!
enfeitam a vida,enfeitam a morte,sem deixar de serem portanto flor!
flô, frô, foi feita sinal,
assim bonitinha no meu quintal....                            

   


sábado, 26 de fevereiro de 2011

amor que não se mede

amor que não se mede,amor que não se pede!! 
amor que amadureçe!
amor que se recebe tanto ou mais  do que se pode dar!!!! mamãe e papai S2 

a aqueles que perguntarem de mim

digam que eu fui ali ser feliz!!!
 e não irei voltar!
que coloquei nas costas a minha cruz e fui atrás do que é meu e ninguém poderá 
me dar!!
coloquei tudo que aguentaria carregar e esqueci o que pude!! anotei nas mão as iniciais do meu nome e na testa de onde vim!!!
guardei no peito o que sou!!! e o porque vim a este mundo!!!
não sei quem sou, mas sei de quem eu sou! 
E só tenho a certeza que farei a diferença nesse mundo! 


sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada...

Caneca com café,  e um ferro vermelho,
espelho torto, guarda-roupa que não guarda
barnabé, bartolomeu, romeu , e francisco
e nenhum virou principe ainda...
E as paredes me lembram que ainda não cresci...
chinelos de borboleta, e a janela de casinha de boneca,
não tem cadeira, serve um gole de canseira, ? com 3 travesseiros por favor!!
me encanto neste recanto que canta aos ventos...
a grama  doce, rosê, o vinho verde limão, fazem borbulhar as rosas bolhas!! 
confundem,a fundo meu pensamento cor de menta, senta... que la vem a história!! 
   


domingo, 30 de janeiro de 2011

alguém

alguém me roubou de mim
estou nua,no mundo dos pelados
eu despida de vestes
eles despidos de alma...

sábado, 29 de janeiro de 2011

menina-menina MENINA MULHER...

menina formosa em cores
de belos amores,
serpenteia em flores, 


baila baila forja ladrilhos, 
encanta os cativos
desperta os inativos, do sono que os dominou


envolve sorrisos
roubando o sentindo 
e atiça a fé que por muito se apagou...
   
Janiffer Desselmann ou ( JaDe)  =) 



quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

" e ela acreditava que as nuvens eram de algodão
e que poderia tocar o céu com a ponta dos dedos
que seus olhos exalariam felicidade..
e que poderia voar com os pés no chão
falar sem usar as palavras.
que seria acalento com as mãos...
que sorriria com os passos em meio a podridão,
o que ela  não sabia é que quando grande perceberia o quanto tivera um coração tão sonhador "
                                                        

                                                         ( do Téco )

domingo, 23 de janeiro de 2011

hoje  acordei me amando um pouco mais...
resolvi me dar um dia de presente!!!
acordei pela manhã e me preparei o café mais gostoso que podia fazer,
 com um sorriso nos lábios 
ouvi meu muito obrigado!! me dei chinelos macios, e uma bela massagem, 
me dei a flor mais linda do jardim,e me ofereci o sol mais gostoso, 
e sorri quando percebi o quanto aquilo me fazia feliz!
me preparei o almoço com as coisas que mais gosto,sem esperar nada em troca!
me dei uma cidade calma, e depois acariciei-me os cabelos com o vento leve e a brisa mais suave! 
e por fim me surpreendi ao máximo de amor ! quando recebi de mim, o por-do-sol maravilhoso!! fiquei sem palavras!
com direito as estrelas e uma lua linda..
ao voltar para casa percebi o quanto o pouco é muito...
e na tentativa frustrada de oferecer o meu melhor para todos,
e o quanto por tanto tempo  esqueci de dar um pouco de mim,para mim mesma!!   
bom início de semana!
JaDe...







sábado, 22 de janeiro de 2011

a murmuração condena o ingrato!

  aonde eu assino a nota promissória?
onde a está minha pronta-entrega?
quanto custa o selo?
papai noel chega em fevereiro?
onde está?
onde está?
eu perguntei onde está?
você prometera que eu teria meu princípe, e seria de olhos verdes...
 em alguns dias,mas o que houve? preciso pagar juros? 
ah tá o carteiro está em greve... terei de esperar.. abrir o que? 
mas...
moço eu já paguei, o boleto está em minhas mãos, eu quero meu pedido agora!! 
e se vier com defeito ligarei reclamando hem!! 
opa!! o que acabou de passar na minha frente? mas como eu não vi? do jeito que eu pedi?
mas tem certeza que era ele? mas...
 eu estava aqui mesmo ..... 
eu...
eu estava...   RECLAMANDO COM O SENHOR!!!!  






boa tarde
JaDe!   ( crítica do dia) 

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Tempo que me dá tanto tempo e que corre pelos dedos... pode dar tempo bom,mas pode não dar tempo!
 o tempo que não tenho é o tempo que me sobra!  as vezes chuva,as vezes sol,tempo que não tem tempo para ser tempo.
É
 simplesmente o tempo que escorre,venta,esquenta  e que nunca mais volta!!!


 

sábado, 15 de janeiro de 2011

pratododia



Como arroz e feijão,
é feita de grão em grão
Nossa felicidade
Como arroz e feijão
A perfeita combinação
Soma de duas metades
Como feijão e arroz
que só se encontram depois de abandonar a embalagem
Mas como entender que os dois
Por serem feijão e arroz
Se encontram só de passagem
Me jogo da panela
Pra nela eu me perder
Me sirvo a vontade, que vontade de te ver
O dia do prato chegou é quando eu encontro você
Nem me lembro o que foi diferente!
Mas assim como veio acabou e quando eu penso em você
Choro café e você chora leite
Choro café e você chora leite

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

a boneca? esta?não era ti?

a boneca que canta encanta,que dança e ri,
olhares envoltos,sorrisos soltos, uma menina ali...
os sonhos,sonharas, cantos cantaras, amores amaras
o tempo passaras,mulher te tornaras e os sonhos multiplicam em ti...
saudades da lua, a flor que beijaras, pés descalços, dos sorrisos e abraços
onde está o querubim? que era para mim?
o vestido florido deixaras aflorar em ti
e sozinha fostes caminhando, feliz saltitando
para o para sempre que está logo ali...

o melhor livro !!!!!


- Procuro os homens, disse o principezinho. Que quer dizer “cativar”?
- Os homens, disse a raposa, têm fuzis e caçam. É bem incômodo! Criam galinhas também. É a única coisa interessante que fazem. Tu procuras galinhas?
- Não, disse o principezinho. Eu procuro amigos. Que quer dizer “cativar”?
- É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa “criar laços…”
- Criar laços?
- Exatamente, disse a raposa. Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo…
- Começo a compreender, disse o principezinho. Existe uma flor… eu creio que ela me cativou…
- É possível, disse a raposa. Vê-se tanta coisa na Terra…
- Oh! não foi na Terra, disse o principezinho.
A raposa pareceu intrigada:
- Num outro planeta?
- Sim.
- Há caçadores nesse planeta?
- Não.
- Que bom! E galinhas?
- Também não.
- Nada é perfeito, suspirou a raposa.
Mas a raposa voltou à sua idéia.
- Minha vida é monótona. Eu caço as galinhas e os homens me caçam. Todas as galinhas se parecem e todos os homens se parecem também. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra.
O teu me chamará para fora da toca, como se fosse música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos cor de ouro. Então será maravilhoso quando me tiveres cativado. O trigo, que é dourado, fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo…
A raposa calou-se e considerou por muito tempo o príncipe:
- Por favor… cativa-me! disse ela.
- Bem quisera, disse o principezinho, mas eu não tenho muito tempo. Tenho amigos a descobrir e muitas coisas a conhecer.
- A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não têm mais tempo de conhecer alguma coisa. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!
- Que é preciso fazer? perguntou o principezinho.
- É preciso ser paciente, respondeu a raposa. Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim, assim, na relva. Eu te olharei com o canto do olho e tu não dirás nada. A linguagem é uma fonte de mal-entendidos. Mas, cada dia, te sentarás mais perto…
No dia seguinte o principezinho voltou.
- Teria sido melhor voltares à mesma hora, disse a raposa. Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade! Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração…

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

a cor coração

cor coragem, dá cor de gente, cor de fome é cor covarde
cor colorido,é cor de festa,
cor do sorriso é cor do céu
coravida,corasol
cor corrida, cor vital... JaDe "


sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

a certeza da vitória!!!!




Não posso caminhar
Com minhas próprias forças
Contigo é bem melhor
Contigo o pouco é muito
Sem Ti o tudo é nada
Minha vida é Teu mandar.
O teu caminho é o meu.

Não eu não posso, não vou
Dar um passo sequer
Se Deus não for comigo não irei jamais.

vida que gira,que volta,revira,revolta...

o> sonho que não encaixa com a realidade que não encaixa com o tempo que não encaixa
com a preguiça que não encaixa com a virtude que não encaixa com mal feiro que não encaixa com a fome que não encaixa a atenção que não encaixa com com a paixão que não encaixa com a solução que não encaixa com o prloblema que não encaixa com a paciencia que não encaixa com a necessidade que não encaixa com o sonho... JaDe...